Decoração para apartamento de locação

Marcenaria inteligente e cores suaves servem de base para a decoração de imóvel de locação

Ao lado do armário, que conta com portas espelhadas para sugerir aumento de espaço, a área de refeições, com banco que também funciona como baú Foto: Julia Herman

O projeto de interiores para imóveis de locação comporta diversas variáveis. É preciso antever quais seriam seus possíveis usuários, seus hábitos mais comuns e até afinidades. Localizado no bairro de Santana, este estúdio de 28 m², assinado pela designer de interiores Camila Cordista, foi idealmente projetado para abrigar homens e mulheres, de 25 a 35 anos, que usam transporte público e possuam um animal de estimação de pequeno porte.

“Prezamos pela criação de um ambiente unificado, sem interferências visuais, mas sem abrir mão de uma demarcação mínima de áreas e funções”, conta a designer, que, além de um confortável dormitório, dotou o estúdio de uma cozinha com cooktop, refrigerador e micro-ondas; de uma mesa de refeições para até quatro pessoas e de um pequeno estar, com sofá e mesinha de apoio.

Confira as fotos do apartamento:

Além da integração do terraço, outras modificações foram necessárias para atingir a atual configuração. A cozinha, que ficava onde hoje se encontra a área de jantar, mudou de lugar. Onde havia a abertura da porta do banheiro agora há um refrigerador e a porta balcão, que separava a área interna do terraço, foi eliminada para sugerir ampliação do espaço.

interligação com a parte externa foi particularmente trabalhosa. O piso de fora era mais alto do que o de dentro e, mesmo depois de descascá-lo ao máximo, a profissional não teve outra alternativa a não ser deixar uma leve rampa, quase imperceptível, separando as áreas.

“Uma vez concluída a reforma, partimos para a decoração, sempre tendo em mente a ideia de dotar o espaço de um visual neutro, porém divertido e descolado, capaz de agradar a ambos os sexos”, comenta Camila.

Para tanto, além de uma paleta de cores discreta e suave, tendo como base o branco e o preto, a designer lançou mão de uma marcenaria inteligente, que tirou partido das situações mais inesperadas. A lateral da geladeira, por exemplo, virou estante. O banco também funciona como baú, assim como o suporte para plantas que esconde a condensadora.

“Apesar de contar com apenas 28 m², penso que o estúdio oferece tudo o que um indivíduo ou um casal precisa: cozinha, espaço de refeições, estar e quarto. Sem falar da área de contemplação e de espaço para armazenamento. Acho que chegamos lá”, diz a profissional.

Via E+ Estadão

0

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Lumen Administradora

A Lumen Administradora considera o cliente em primeiro lugar e, em todas as suas atitudes, prima pelo bom atendimento e pela preservação dos valores e princípios que sempre orientaram sua trajetória de crescimento.