Cálculo da taxa de condomínio: Como fazer?

Como é definida a taxa do condomínio? É essa é uma dúvida recorrente entre os moradores e até mesmo entre os síndicos. Por causa disso, é muito importante saber como é feito esse cálculo de maneira detalhada. Só assim, o condômino saberá o que está pagando de maneira clara.

 

O que é a taxa de condomínio?

É o valor cobrado todo mês pela administração para arcar com as despesas da edificação.

 

Por isso, a quitação desta taxa é fundamental para a gestão e o bom funcionamento do prédio. Tendo em vista que sem ela, não tem como manter o condomínio funcionando de maneira adequada. O pagamento da taxa de condomínio é obrigatório, sendo resguardado pelo Art. 1.336 do Código Civil. Essa taxa pode ser cobrada de diferentes formas: rateio ou taxa fixa. A taxa de rateio é calculada a partir das despesas ordinárias do mês anterior e é a mais comum. As despesas são: luz, água, gás, funcionários, compra de material de limpeza, entre outros. Somado o valor total das despesas, o mesmo é dividido pela quantidade de apartamentos pertencentes ao prédio, criando uma taxa mensal para cada morador. Já a taxa fixa é estabelecida em assembleia geral. E seu cálculo se baseia  em uma média de todas as despesas e divididas pelo número de apartamentos. Mas, também, é possível acrescentar as despesas extras ao cálculo, como obras, qualquer tipo de manutenção, entre outras.

 

 

Como fazer o cálculo da taxa do condomínio?

 

Para uma definição de taxa fixa:

  • Faça a soma de todas as despesas do condomínio, com todos os pagamento de funcionários, conta de água (caso não tenha hidrômetros individuais), conta de luz referente às áreas comuns e IPTU.
  • Realize a soma desse valor por 12 meses. Assim, terá a média de custos durante um ano.
  • Ajuste esse valor de acordo com a inflação, tendo em vista que os custos aumentarão no futuro.
  • Divida a soma final pelo total de apartamentos.
  • O valor definido para cada residência, terá que ir para aprovação em assembleia, no primeiro semestre.

 

É muito importante que o síndico realize uma análise e defina a melhor forma de arcar com a taxa do condomínio, sempre em diálogo com os moradores. É de suma importância, levar em conta a inadimplência no condomínio, pois a mesma influencia e muito na soma final das despesas do prédio.

 

0

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Lumen Administradora

A Lumen Administradora considera o cliente em primeiro lugar e, em todas as suas atitudes, prima pelo bom atendimento e pela preservação dos valores e princípios que sempre orientaram sua trajetória de crescimento.