Dia Mundial da Saúde – Atividades físicas no condomínio

Em abril, comemoramos o Dia Mundial da Saúde. Entre os diversos aspectos que envolvem uma vida saudável, podemos destacar os exercícios, que devem ser praticados em todas as idades. Por isso, falaremos, no post de hoje, sobre como implementar recreação e atividades físicas em condomínios. Confira!

Independente de ter ou não um espaço específico para montar uma academia, é possível ter um ambiente para alguns exercícios, melhorando a qualidade de vida dos moradores. Essas atividades físicas, além de fazerem bem à saúde, aumentam a convivência e melhoram o relacionamento entre vizinhos. E as possibilidades são muitas: aulas de dança, artes marciais, yoga, corridas e caminhadas… Todas podem ser desenvolvidas no dia a dia de um condomínio.

Em primeiro lugar, se você é um condômino que gostaria ter essas atividades perto de casa, busque saber se mais pessoas se interessam, e converse com o síndico. Com informações como quem se interessa, os melhores horários e que modalidades possivelmente farão mais sucesso, o condomínio já estará um passo mais perto de ter esses serviços. A aprovação de um projeto como este deve ser feita em assembleia, podendo requerer ou não uma votação mínima para a contratação de um serviço profissional. Neste caso, o indicado é o condomínio consultar com algum especialista. Uma vez aprovado e com detalhes definidos, basta aproveitar das atividades.

Uma das possíveis dúvidas que aparecem é sobre as modalidades possíveis, especialmente se o condomínio não possui uma área exclusiva com essa finalidade. A verdade é que não existem grandes limitações em relação a isso, já que podemos adaptar as modalidades ao espaço disponível. As mais comuns nos condomínios são as seguintes:

  • Dança, yoga e pilates: podem ser feitas em um lugar fechado, como um salão de festas que não esteja sendo utilizado, ou ao ar livre, em qualquer lugar com espaço suficiente.
  • Natação ou hidroginástica: os condomínios que possuem piscinas podem oferecer tais aulas, contando sempre com a supervisão de um profissional da área.
  • Cardiovasculares: corridas e caminhadas podem ser feitas em condomínios, com ou sem esteiras. Além disso, as escadas do prédio também são uma ótima pedida para um treino cardiovascular.
  • Atividades voltadas para crianças e adolescentes: atividades que gastam bastante energia e esportes como futebol, vôlei e basquete podem ser implementados em condomínios que tiverem quadras poliesportivas com a estrutura necessária.

Dica extra: em casos de condomínios com academias, é essencial que a manutenção preventiva dos aparelhos seja feita periodicamente, para evitar que acidentes aconteçam por negligência.

Esperamos que, com essas dicas simples, fique mais fácil para que o seu condomínio possa implementar as atividades físicas para os moradores, afinal, uma vida saudável é muito importante para todos.

 

0

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Lumen Administradora

A Lumen Administradora considera o cliente em primeiro lugar e, em todas as suas atitudes, prima pelo bom atendimento e pela preservação dos valores e princípios que sempre orientaram sua trajetória de crescimento.